Olé Sevilha!

No final de Setembro e para encerrar a época balnear em beleza decidimos partir em mais uma aventura com os miúdos. Desta vez o destino foi Sevilha. Carregamos o carro e rumamos a Sul para 48 horas intensas de aventura e descoberta!

A Francisca e o Gonçalo já tinham estado em Sevilha quando há uns anos, em viagem para Granada, lá paramos para almoçar. Mas essa visita relâmpago não lhes deu tempo para conhecer e desfrutar desta bela capital da Andalúzia.

O objectivo era conjugar um dia de diversão e aventura na Isla Mágica com um dia de passeio pela cidade…e assim foi!

Ficamos instalados na Ilha Cartuja no hotel Exe Isla Cartuja. Queríamos ficar instalados num hotel o mais perto possível da Isla Mágica pois já sabiamos que este ia ser um dia intenso que iria começar cedo e durar até ao pôr do sol.

Sábado de manhã depois de um bom pequeno almoço para ganhar forças para a aventura lá fomos para a Isla Mágica.

Foi um dia fantástico. Para nós este é dos programas que mais gostamos de fazer em família. Dêem-nos um parque temático cheio de adrenalina e temos a chave para horas bem passadas em família, gargalhadas, cansaço do bom daquele que nos deixa um sorriso rasgado na cara e memórias de momentos passados todos juntos que tenho a certeza ficarão para sempre guardadas.

A Isla Mágica é um espaço enorme e quando chegamos ainda andamos um bocado “às aranhas” até nos orientarmos. Por isso aconselho a antes de irem estudarem o mapa do parque e assinalarem as diversões que querem experimentar para ser mais fácil organizarem o dia e poderem experimentar percorrer todas as atracções disponíveis sem stress de horas – até porque por experiência própria algumas diversões vão querer sem dúvida repetir!

Nós tivemos de nos revezar para que eu ou o Pedro pudessemos ficar sempre com a Benedita enquanto o outro acompanhava à vez a Francisca e o Gonçalo nas atracções com mais adrenalina.

A montanha russa Jaguar, o Iguaçu, o Desafio, a Anaconda, os rápidos de Orinoco e o Voo do falcão são sem dúvidas atracções a experimentar e repetir!

IMG_20190928_134655.jpg

IMG_20190928_152422.jpg

Para os mais pequeninos há um espaço temático próprio que a Benedita adorou, a Fonte da Juventude, onde andou na roda Primavera e brincou com as fontes de água.

IMG_20190928_163738.jpg

Fizemos ainda um passeio de barco (a Travessia) que permite ver o parque todo da água. O Parque é bonito, com um lago enorme no centro e cheio de jardins por todo o lado.

Existem várias zonas de refeições espalhadas pelo parque mas não contem com refeições extraordinárias. É comida fast food para remediar e tirar a fome :). Mas na verdade com tanta coisa para ver e fazer não vão querer perder muito tempo a almoçar!!

IMG_20190928_193450.jpg

IMG_20190930_000955_653.jpg

Visitem também a Água Mágica – nós acabamos por não ir. Podem comprar um bilhete combinado para os dois. Estejam também atentos às promoçoes que aparecem no próprio site da Isla Mágica. Eles disponibilizam inclusivamente promoções de entradas no parque e alojamento para famílias. Vão ver o site e procurem a opção que se ajusta melhor à vossa família.

Depois de um dia intenso a nossa vontade era aterrar no hotel e dormir até ao dia seguinte mas depois de um bom banho e uma horita de descanso no hotel ainda arranjamos forças para ir jantar no centro de Sevilha. E não podiamos ter tomado melhor decisão!

Depois de pesquisar alguns restaurantes escolhemos o pequeno e acolhedor Mama Bistro situado muito perto da Catedral de Sevilha (na Calle Mateos Gago). Adoramos o jantar e os miúdos também. A Benedita portou-se super bem e depois de um dia já intenso e comprido o jantar não podia ter corrido melhor. 

Experimentem o cochinillo de Segóvia (é uma especialidade!).

As ruas nas imediações da Catedral estão polvilhadas de espaços cheios de pinta em que só apetece entrar e sentar a beber um copo e picar qualquer coisa. Quando o tempo está bom as mesas e cadeiras das esplanadas cheias de gente bem disposta e animada enchem os passeios.

Depois do jantar aproveitamos a noite boa para dar uma volta pelo centro, admirar os belos edifícios de inspiração mourisca e “sentir” a cidade. 

IMG_2723.jpg

IMG_2724.jpg

IMG_2729.jpg

IMG_2732.jpg

Sevilha está na lista das cidades que nos conquistaram à primeira vista e o nosso amor pela mesma vai crescendo à medida que conhecemos melhor os seus cantos e histórias.

É uma cidade linda, com a sua arquitectura de traços mouriscos, as cores vibrantes dos edifícios, num misto de tradição e modernidade, cheia de personalidade,  e com um salero e movida muito próprias que deve ser desfrutada a pé calcorreando as ruas nos arredores da Catedral pelo emaranhado de ruas cheias de esplanadas, que convida a sentar numa das esplanadas dos bares ou restaurantes e beber uma copa ou experimentar as tradicionais tapas.

Para mim esta bela cidade andaluza, que transpira flamenco em cada esquina reune a essência do salero e força espanhola.

De visita a esta cidade não percam a Catedral de Santa Maria da Sede (tal como em Santiago de Compostela tivemos azar pois a Catedral está em obras pelo não pudemos apreciá-la no seu todo) e não deixem de subir à Torre da Giralda para apreciarem as vistas da cidade. A Torre era um antigo minarete (do período mourisco) convertida em Torre do sino. A Catedral foi considerada Património Mundial pela Unesco.

IMG_20190929_120742.jpg

IMG_20190929_121437.jpg

Não deixem também de visitar o Real Alcázar. Este complexo palaciano e os seus jardins são talvez (a seguir ao Alhambra) dos monumentos mais bonitos que já visitamos em Espanha. Para evitar as filas comprem bilhetes online antes da visita (têm várias opções no site, desde bilhetes simples, com audio guia ou com um guia para vos conduzir pelos corredores dos palácios).

Nós fizemos o tour com guia e valeu a pena! Em certos locais acho que vale a pena ter um guia. Parece que os segredos, histórias e pormenores com que vão salpicando o tour dão vida ao monumento em questão e tornam a visita muito mais colorida do que um simples audio-guia.

IMG_20190929_160253.jpg

IMG_20190929_161128.jpg

IMG_20190929_161527.jpg

Não deixem de passear na Praça de Espanha, o bairro judeu de Santa Cruz e o bairro Triana.

A seguir a mais um saboroso almoço de tapas junto à Catedral eram horas de regressar a Portugal.

Deixamos Sevilha cansados mas felizes, todos com um sorriso de orelha a orelha, e com a sensação de que em menos de 48 horas conseguimos fazer 1001 coisas.

Encerramos em beleza o nosso ciclo de viagens do Verão e todos com uma vontade imensa de regressar a esta cidade com mais tempo (possivelmente durante a famosa Feria de Abril).

Por isso não são precisos muitos dias, nem viagens muito longe de casa para terem uma aventura em família. Descubram o que vos faz feliz, façam as malas e façam-se à estrada!

Boa viagem!

Sofi